Confira mais notícias sobre XXIX Assembléia Diocesana de Pastoral de Palmeira dos Ìndios

Por Jefferson Souza Farias da Costa


Por mais um ano a cidade de Batalha, acolheu no período de 17 a 19 de novembro de 2011, a XXIX Assembléia Diocesana de Pastoral da Diocese de Palmeira dos Índios que teve como tema: “Na tríplice missão da Igreja: a Caridade” e lema: “Celebrando o seu jubileu com pés firmes na missão e mãos abertas para acolher”.

Norteou as atividades o seguinte objetivo geral: celebrar a caminhada jubilar áurea da Diocese de Palmeira dos Índios. Partindo desse objetivo, a assembléia se propunha a avaliar a caminhada diocesana a partir das metas definidas na Assembléia Diocesana de 2010; refletir sobre a prática da Caridade na Igreja Local, em comunhão com a caminhada Regional; definir norteadores para a ação evangelizadora dentro das comemorações do ano jubilar da Diocese de Palmeira dos Índios.

Dom Dulcênio Fontes de Matos, bispo diocesano, durante a abertura oficial animou a todos, dizendo que “(...) nos alegramos pelos 50 anos da nossa Diocese (...) circunstância propícia para, em primeiro lugar, render graças a Deus (...), lembrou ainda que “À Santíssima Virgem Maria, confiamos os nossos trabalhos, seja da Assembléia Diocesana de Pastoral, seja do jubileu, ou ainda as nossas atividades missionárias, a fim de que Ela os entregue ao seu adorável Filho, “a quem seja dada a glória pelos séculos dos séculos. Amém!””

A celebração da Liturgia das Horas e da Eucaristia foram alimentos de fé para as reflexões e trabalhos.

O padre Elison Silva, da Arquidiocese de Maceió, assessorou as reflexões com dinamismo e profundo conhecimento acerca das temáticas discorridas. Disse ele que a partir das apresentações das experiências pastorais, missionárias e caritativas dos setores, se percebe que não há um único rosto social da Diocese, mas muitas faces de um mesmo rosto, lembrando que é na multiplicidade dos ministérios que todos devem caminhar pela unidade e comunhão.

Enfatizou ainda que a missão da Igreja sustenta-se em um tripé: liturgia, palavra e comunhão, necessitando que estejam interligadas como força vital da Igreja, não nos detendo a um dos três pilares, mas seguindo a Jesus que na vida em comunidade se manifesta nas três dimensões. Concluiu que ser cristão requer ser solidário, indo ao encontro do irmão e que seguir a Jesus é o mais fascinante projeto de vida.

O assessor continuou com a reflexão sobre as Diretrizes Gerais da CNBB para o período de 2011 a 2015, detalhou a estrutura desse documento, destacando que a Igreja é um estado permanente de missão, casa da iniciação cristã, lugar da animação bíblica e pastoral, comunidade de comunidades, serviço a vida plena, tendo como ponto de partida e centralidade a pessoa de Jesus, lembrando das urgências a serem assumidas na evangelização, enfatizado sobre a quinta dimensão que esta voltada para a Caridade. Lembrou que a vida da Igreja é essencialmente missionária, conforme descrito na mensagem da 46ª Assembléia Pastoral do Regional NE2.

Foram apresentadas pelo Padre Enaldo e sua equipe missionária os resultados das semanas missionárias realizada no período de 2012, sendo também discutido sobre as expectativas para as Santas Missões Populares para o ano de 2012.

 Houve a apresentação da organização, da programação e do layout para o Jubileu Áureo da Diocese, cujo lema é “Ide, Ele vos espera.” (Mt 28, 10).

Dom Dulcênio fez a apresentação das novas comissões diocesanas: Comissão de Juventude aos cuidados do Padre Clóvis e do Padre Cristiano, Comissão de Liturgia sob a responsabilidade do Padre Gilberto, Pastoral da Pessoa Idosa coordenada pela Leiga Maria José Silva Rocha, Pastoral da Família dirigida pelo Padre Ediberto, além do novo Coordenador de Pastoral que é o Padre Edvaldo.

A gratidão a todos os que durante o período colaboraram na organização, estruturação e animação da Diocese, de modo especial aos que constituíram a Coordenação Diocesana de Pastoral, e as comissões diocesanas que incansavelmente trabalharam pela edificação do Reino de Deus.

Por fim houve na construção do calendário diocesano para 2012 priorizando-se a realização das semanas missionárias, as peregrinações aos santuários diocesanos e a celebração do jubileu de ereção da Diocese.  

Comentários