OLHO D´ÁGUA DAS FLORES FESTEJA SEU PADROEIRO


Olho D´Água das Flores celebrou no início do mês de junho, precisamente de 01 a 13, a tradicional trezena em honra ao glorioso Santo Antônio de Pádua. Um dos santos mais populares do mundo, nascido em Lisboa, Portugal, em 1195, e contemporâneo de São Francisco e Santa Clara. Com uma motivação a mais, a reforma da igreja matriz, e aos apelos do Padre Marcos André, auxiliado pelo Diácono Cícero Hélio, a comunidade paroquial engajou-se de uma forma admirável no afã de ver o quanto antes a Glória de Deus refletida na beleza do templo.
            Em cada Santa Missa celebrada, a assembleia pode enaltecer o Senhor com as contribuições espirituais dos sacerdotes convidados, que, com muita alegria, injetaram na comunidade ânimo e esperança no novo tempo instaurado. Neste sentido, particular destaque para o Monsenhor José Augusto, filho natural de Olho D´Água das Flores, demonstrando extraordinária vitalidade, proferiu cativante homilia o pelo povo, parecia contrariar célebre passagem evangélica: “Um profeta só é desprezado na sua pátria, entre os seus parentes e na sua própria casa.”(Mc 6,4)
            O Bispo Diocesano Dom Dulcênio Fontes de Matos, na celebração do dia 12, discorreu sobre diversos aspectos da vida de Santo Antônio relacionando-os com o Ano Mariano que a Igreja no Brasil está vivendo, e, ao término, conferiu uma bênção aos casais e às famílias, suplicando para eles muita paz e harmonia.
No dia 13 de junho, realizou-se a procissão com a imagem do padroeiro, participando dela uma quantidade surpreendente de fiéis que, após a benção, tomou parte no tradicional Café de Santo Antônio, colaborando, assim, um pouco mais, com a reforma da igreja matriz.  Em todos os momentos, eram perceptíveis a indisfarçável alegria e a satisfação do pároco, o Padre Marcos André, corroboradas pelo povo em seu agradecimento externado na Missa de encerramento.
(PASCOM OLHO D´ÁGUA DAS FLORES)





Comentários