FESTA DE NOSSA SENHORA DA PENHA, BATALHA- AL


No período de 30 de agosto a 08 de setembro, a Paróquia de Nossa Senhora da Penha, Batalha - AL,vivenciou dias de graça e alegria espiritual nos festejos em honra à Maria, a Virgem da Penha.
Como em anos anteriores, a festa teve seu início com a Procissão motorizada conduzindo a imagem de Nossa Senhora da Penha da Paróquia de Santo Antônio de Pádua, Jacaré dos Homens – AL, até o Santuário da Virgem da Penha em Batalha onde aconteceu a bênção dos peregrinos, motoristas e meios de transportes.
Durante o novenário, centenas de fiéis, vieram de longe e de perto render graças a Deus pelas graças recebidas por intermédio da Virgem da Penha. Vários padres presidiram as celebrações Eucarísticas durante os festejos, a saber: Pe. José da Silva, Cônego Washington Luiz, Pe. Henaldo Chagas, Pe. Bruno Igor, Pe. Antônio Ionas, Pe. José Neto de França, Pe. Clejean Melo e Pe. Leandro Marques. No dia 08 de setembro, Festa da Natividade de Nossa Senhora, a paróquia recepcionou Dom Dulcênio Fontes de Matos, Bispo diocesano de Palmeira dos Índios, e Dom Jorge Tobias de Freitas, Bispo emérito de Nazaré da Mata- PE.
Dom Jorge Tobias de Freitas foi o primeiro pároco da grei batalhense e, por ocasião de seu ano jubilar – o mesmo está completando 50 anos de vida sacerdotal ministerial – a missa pontifical da festa da padroeira foi presidida por ele. Em sua homilia, Dom Jorge exortou a todos os fieis acerca da importância da Virgem Maria na história da salvação: “A grandeza de Maria não partiu de nosso zelo, de nosso amor, mas partiu do amor maior de Deus para com Nossa Senhora, e Ela, mesmo sem entender, acreditou na encarnação do Verbo de Deus, acreditou no calvário, e no Pentecostes Ela estava lá junto aos discípulos de Jesus. Maria, a Senhora da Penha, é a rocha, a mulher forte com a qual tem início a Nova Aliança”. Dom Jorge também expressou a alegria de, por 12 anos, ter sido pároco de Batalha e fazer parte da história religiosa católica deste povo sertanejo.
Por fim, numerosos fieis participaram da procissão percorrendo as principais ruas e avenidas da cidade até o Santuário onde houve a benção do Santíssimo Sacramento. Que Nossa Senhora Penha interceda sempre pelos fiéis batalhenses, que clamam com intenso fervor por dias melhores para o povo sertanejo!


Joatan Pereira – Coord. da Pastoral da Juventude









Comentários