DIOCESE DE PALMEIRA DOS ÍNDIOS ORDENA TRÊS NOVOS DIÁCONOS

Servir! A noite memorável do dia 27 de novembro, nos fez mergulhar na profundidade deste verbo, que apesar de sua simplicidade carrega em si a essência do ser cristão autêntico. E foi por compreender tal sentido e em obediência ao chamado de Cristo que conclama a todos a servir, que os seminaristas José Walter, Marcio Cândido e Tácito José deram mais um passo rumo ao sacerdócio.
A celebração aconteceu em Santana do Ipanema, na Matriz de Senhora Sant’Ana, a qual fora presidida pelo Administrador Diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos, sendo concelebrada por grande número de sacerdotes advindos da Diocese de Aracaju, da Arquidiocese de Maceió e da Diocese de Palmeira dos Índios, bem como numerosa multidão de fiéis.
Seguindo o rito próprio da ordenação diaconal houve a eleição dos candidatos, o propósito dos eleitos, a prece litânica, a imposição das mãos, prece de ordenação, paramentação e entrega do livro dos Evangelhos. Em sua prédica, Dom Dulcênio exortou a todos à busca pela vivência de nossa vocação primeira: a santidade. Enfatizou a missão dos diáconos, os quais são os servidores da comunidade ao lado do bispo. E estes deverão procurar ter uma intimidade com Cristo, a qual dar-se efetivamente por meio de uma vida de santidade. Recordou, para tanto, São João Paulo II que afirmara que a santidade é para todos, clero e leigos. Por fim, teceu palavras de gratidão a Deus e a todos que colaboraram com o seu pastoreio no decorrer desses onze anos em que esteve à frente, como um pastor zeloso, desta porção do Povo de Deus.
Ao final da celebração, o Diácono Walter em nome dos demais teceu os agradecimentos e breve homenagem a Dom Dulcênio, o qual anunciou as paróquias em que os recém-ordenados farão o seu estágio diaconal, a saber: Walter, em Nossa Senhora da Saúde (Igaci); Márcio, em São João Batista (Estrela de Alagoas) e Tácito, em São Cristóvão (Santana do Ipanema).
Confiantes de que Deus nos conduz sob a égide de Nossa Senhora do Amparo, rezamos pelos próximos passos de nossa Diocese, pelos novos servos de Cristo e pela nova missão de Dom Dulcênio. “E vós, ó Maria, Mãe dos sacerdotes, vós que sois a onipotência suplicante, socorrei-os a todos, nos trabalhos e dificuldades que se encontrarem”.

(EDIVÂNIA ALVES – PASCOM S. CRISTÓVÃO – S. DO IPANEMA)








Comentários

Postagens mais visitadas